sexta-feira, 13 de agosto de 2010

OS MORTOS SE ERGUERÃO (COM ANÉIS COLORIDOS)

Finalmente chegou às bancas brasileiras uma das histórias mais aguardadas pelos fãs do Lanterna Verde. A Panini lançou este mês o número zero de A Noite mais Densa, minissérie em oito capítulos lançada em julho de 2009 e que esteve na lista dos quadrinhos mais vendidos dos Estados Unidos durante todos os meses em que durou a saga (de julho/2009 a fevereiro/2010).

No ranking das 10 revistas mais vendidas do ano passado, cinco posições são ocupadas pela série (segundo informações do blog Papo de Quadrinho - www.papodequadrinho.com). A edição de estreia de Blackest Night ficou em segundo lugar no ranking, com 205.500 exemplares, perdendo apenas para Amazing Spider-Man 583, edição que trouxe o encontro do Homem-Aranha com o presidente recém-eleito Barack Obama. As outras edições ocuparam, seguidamente, da quinta à oitava posição. Sem dúvida, um fenômeno.



A saga é uma intrincada história que vem sendo planejada desde 2004 e tem relação com a criação de tropas de todas as cores para confrontar a, até então, única tropa existente de cor verde, da qual o herói faz parte. A Noite Mais Densa número zero reproduz a edição especial que foi distribuída gratuitamente nos EUA, no Free Comic Book Day 2009, evento anual que as comic shops americanas distribuem HQs de graça para seus clientes – obviamente, as editoras lançam revistas promocionais que antecipam algum lançamento futuro.

Os brasileiros não tiveram esse privilégio e vão ter que pagar pela edição (R$ 1,99), algo que poderia ser evitado, uma vez que a história tem apenas 16 páginas e poderia ser publicada nas revistas de linha. Outra coisa que a Panini ficou devendo em relação ao mercado americano é que a primeira edição da saga trazia de brinde um anel do Lanterna Negro, algo que os leitores serão privados na versão brasileira. Uma pena!

Independente disso, é uma série para ler e guardar. A Noite Mais Densa terá ligações com as outras revistas da DC publicadas pela editora (Lanterna Verde, Universo DC e Liga da Justiça) até fevereiro de 2011. É uma excelente prévia para a chegada do filme do herói esmeralda, que estreia em 17 de junho (EUA).


ENTENDA A SAGA:


Quando o roteirista Geoff Johns assumiu o título do Lanterna Verde em 2004, a proposta era trazer Hal Jordan de volta. O personagem havia sido o Lanterna Verde mais importante da Tropa, mas a destruição de Coast City durante os eventos da morte do Superman em 1993, fizeram com que ele enlouquecesse e se transformasse no vilão Parallax. Isso enfureceu os leitores e, para dar uma redenção ao maior de todos os Lanternas Verdes, a DC fez com que ele sacrificasse a própria vida para reacender o Sol, no arco conhecido como A Noite Final.

A saída dada pela editora não convenceu e Johns foi chamado para trazer Jordan de volta e devolver a ele o seu lugar nos anais do heroismo. O grande desafio era como fazer isso de modo verossímil e sem desrespeitar o que já tinha sido feito anteriormente, algo que o autor conseguiu com perfeição na minissérie Lanterna Verde: Renascimento. Johns reformulou toda a mitologia do herói, tornando-a muito mais rica. Ele idealizou que a energia que alimenta a bateria dos Lanternas Verdes é representada por uma entidade chamada Íon, que personifica a força de vontade. Da mesma forma, Parallax era uma entidade que representa o medo e que se apoderou de Hal Jordan no momento em que sua força de vontade estava mais baixa – no caso, quando ele se desesperou ao ver sua cidade totalmente destruída.

A partir daí, o roteirista desenvolveu um novo conceito para a origem dos poderes do Lanterna Verde, segundo o qual a luz verde utilizada pelos Guardiões do Universo para criar sua força de elite é apenas uma de várias cores existentes, onde cada uma simboliza um sentimento. Primeiramente, foi criada a energia amarela de Parallax (medo), que sempre foi a fraqueza do anel do Lanterna Verde. A saga A Guerra dos Anéis deu origem à Tropa Sinestro, uma nova tropa amarela formada pelos assassinos mais impiedosos do Universo e criada para combater a Tropa dos Lanternas Verdes.


Ao final da guerra, com Sinestro derrotado, foi revelado que o Livro de Oa (uma espécie de Bíblia dos Guardiões do Universo) trazia uma profecia que falava sobre a Noite mais Densa e que seria um período de escuridão e morte. Para proteger o Universo desta ameaça, dois guardiões expulsos do grupo por se deixarem tomar pelas emoções, formaram a Tropa dos Lanternas Azuis, cujo poder provém da esperança, na tentativa de evitar que a profecia se concretize.

Assim, anéis de outras cores começaram a surgir pouco a pouco nas histórias do herói. As cores seguem a ordem do espectro solar e, por estar no centro, o Verde é o equilíbrio entre elas (representa a força de vontade). Quanto mais afastadas do centro, mais a cor domina os seus portadores, de modo que o vermelho e o violeta são as tropas mais radicais.

Esta verdadeira Guerra Colorida terá seu ponto culminante na minissérie que os leitores brasileiros começam a acompanhar a partir deste mês. Este ano, nos EUA, uma nova série teve início, chamada de “O Dia mais Claro”, que promete dar continuidade aos eventos da saga anterior, mas desta vez de forma mais positiva e menos sombria. Muitas águas ainda vão rolar nas aventuras do Lanterna Verde, herói que vem ganhando cada vez mais popularidade e se tornando um dos preferidos da editora.

CONHEÇA AS TROPAS E SUAS RESPECTIVAS CORES

Tropa dos Lanternas Verdes
Cor: Verde
Emoção: Força de Vontade
Principais membros: Hal Jordan, Guy Gardner, John Stewart, Kyle Rayner, Kilowog, Tomar-Tu, Salaak, Tomar-Tu, Arísia, Sodam Yat.
Juramento: No dia mais claro, na noite mais densa,
O mal sucumbirá ante a minha presença.
Todo aquele que venera o mal há de penar,
quando o poder do Lanterna Verde enfrentar!


Tropa Sinestro
Cor: Amarela
Emoção: Medo
Principais Membros: Sinestro, Antimonitor, Superboy Primordial, Superciborgue, Mongul, Amon Sur, Arkillo, Berzzo, Fatalidade.
Juramento: No dia mais sombrio, na noite mais brilhante,
Sinta seus medos se tornarem uma luz cortante
Todo aquele que o correto tentar barrar,
Arderá em chamas quando o poder de Sinestro enfrentar!


Lanternas Laranjas
Cor: Laranja
Emoção: Avareza
Principais membros: Larfleeze, Blume, Glomulus, Gretti.
Juramento: Não revelado. No entanto, uma palavra é constantemente repetida pelos membros desta tropa: “Meu!”

Lanternas Vermelhos
Cor: Vermelha
Emoção: Ódio
Principais Membros: Atrocitus, Abyssma, Bleez, Haggor, Mera.
Juramento:
Com sangue e ira de um vermelho ardente,
Arrancado à força de um cadáver quente
Somado ao nosso ódio que arde infernal,
Queimaremos a todos, eis o destino final!

Lanternas Azuis
Cor: Azul
Emoção: Esperança
Principais Membros: Ganthet, Sayd, Santo Andarilho, Irmão Warth, Irmão Hymm, Irmã Sercy.
Juramento:
No dia de horror, na noite homicida
Com o coração aquecido, minh’alma ilumina
Quando a guerra da luz parecer perdida
A Esperança brilha nas estrelas acima!

Safiras Estrela
Cor: Violeta
Emoção: Amor
Principais Membros: Rainha Aga’po, Carol Ferris, Miri.
Juramento:
Pelos corações perdidos e cheios de horror
Que na Noite mais Densa choram solitários de dor
Aceite nosso anel e ajude a combater o terror
E a tudo conquistar com a luz violeta do amor

Tribo Índigo
Cor: Azul escuro (Índigo)
Emoção: Compaixão
Principais Membros: Índigo-1 e Munk (demais membros ainda não revelados)
Juramento:
Tor lorek san, bor nakka mur, Natromo faan tornek wot ur, Ter lantern ker lo Abin Sur, Taan lek lek nok -- Formorrow Sur!
(Obs.: esta é uma linguagem própria da tribo que nem os anéis conseguiram traduzir ainda. Porém, pode-se notar o nome de Abin Sur, o que significa que o falecido Lanterna Verde é tido como modelo para os índigos).

Lanternas Negros
Cor: Preto
Emoção: Morte
Principais Membros: Nekron, Mão Negra, Scar
Juramento:
No alto dos céus, a noite mais densa desponta
Enquanto a luz morre, a escuridão toma conta
Almejamos seu fim e miramos seu coração
Pela minha mão negra os mortos se erguerão.




Por Eduardo Marchiori

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário