quarta-feira, 16 de junho de 2010

SÉRIES PRA QUE TE QUERO!

Você que assim como eu, entrou agora há pouco de férias e logo se desesperou com a season finale de várias séries justo quando sobrou tempo, não precisa mais se preocupar. Não é nenhuma promessa da Polishop, são só duas (boas) opções de programas com nova temporada para o mês de junho. Eu devo isso a vocês, visto que recomendei o seriado Castle e a temporada acabou recentemente. Aviso: deixar o senso comum e os "pré-conceitos" do lado de fora de casa.

Bom, a primeira série é Drop Dead Diva. Nesse caso em especial, tudo que você pensou agora sobre o programa deve ser automaticamente anulado. Não, ele não é um seriado de mulherzinha. É verdade que muitas vezes ele se assemelha ao filme Legalmente Loira, mas não se engane. Ele contém uma boa dose de humor junto com seriedade, tudo isso pelo desenrolar da história em si combinado com os casos apresentados no tribunal. Para você entender, tomei a liberdade de traduzir um trecho do que a emissoria Lifetime (que transmite DDD) diz a respeito do programa:

"Na primeira temporada de 'Drop Dead Diva', a linda-mas-sem-graça aspirante a modelo Deb (Brooke D'Orsay) inesperadamente se vê em frente ao porteiro do paraíso, Fred (Ben Feldman), após uma batida de carro fatal. Ultrajada pela sua repentina morte, ela tenta persuadir Fred de modo que ele a retorne para sua vida fútil, mas é acidentalmente deportada para o corpo da recém faclecida Jane Bingum (Brooke Elliott). Uma advogada inteligente, atenciosa e gordinha com uma fiel assistente, Teri (Margaret Cho), Jane sempre viveu às sombras de seus colegas, enquanto Deb sempre confiou na sua beleza exterior. Por um truque do destino e intervenção divina, Deb deve aceitar habitar o corpo com mais curvas de Jane e aprender a reconciliar seus modos de rainha-da-beleza com sua brilhante nova mente."

Eu não posso falar mais, isso diz bem a respeito do seriado. A segunda temporada voltou agora no começo de junho, o que significa que ainda está em tempo de acompanhar.

Me arrisco a falar nessa segunda. É um campo minado tanto porque tem muitos fãs, tanto porque diz respeito a vampiros. Admito que essa mania vampiresca recente me dá um cansaço, mas True Blood difere de tudo que você já viu. Esqueça esses romances adolescentes, se prepare para homens que não brilham na luz do sol e mulheres do interior com belezas incomparáveis.

O seriado foi inspirado na série de livros de Charlaine Ball, "The Southern Vampire Mysteries" (Vampiros do Sul). Eu não posso fazer uma comparação pois nunca li, mas ponho minha mão no fogo como o seriado não deixa a desejar. Ou melhor, só deixa a desejar mais temporadas. Como NOSSO desejo é uma ordem, True Blood tem a estreia de sua terceira temporada no dia 13 de junho. Novamente, ainda dá tempo de acompanhar. O seriado não me deixa abertura para comentar a história, ou eu me empolgaria tanto que acabaria soltando spoiler. Só posso dizer que o romance de Sookie (Anna Paquin) e Bill (Stephen Moyer) realmente deixa no chão qualquer outro que envolva vampiros. Para exemplificar como a série é boa, já teve participação de Evan Rachel Wood e ganhou prêmios como o Emmy e o Globo de Ouro. A trilha sonora que dá abertura ao seriado por si só deveria ganhar todos os prêmios possíveis.

Ficam aí as recomendações para ocupar suas férias. Afinal, você vai precisar de algo para fazer quando o São João e a Copa terminarem!

Por Jéssica Ferreira
.

Um comentário: