segunda-feira, 24 de maio de 2010

SIMPLESMENTE MULHERES

Mulher é uma coisa esquisita. Tenho que, por alguns instantes, deixar minha defesa feminina de lado e confessar: somos estranhas. Não só em relação a nós mesmas, como também em relação ao sexo oposto. Primeiro... pense num ser que parece ter nascido com o dom do sofrimento. Se é que se deve chamar isso de dom. Sentimos dores ao menstruar, dores ao ovular, dores de parto, dores pós-parto. Sentimos dores até quando não temos idade para mais nada disso. Reclamamos se estivermos gordas, mas também se estivermos muito magras. Reclamamos que a menstruação vem, mas nos desesperamos quando ela demora. Reclamamos que estamos envelhecendo, quando passamos a vida toda querendo ficar mais velhas. Às vezes parece que não sabemos o que querer da vida.

Segundo...Tem mulher que diz que não suporta homem grudento. Mas basta ele passar dois dias sem ligar e o comentário seguinte é qualquer um do tipo “ele não me dá valor”. Tem mulher que adora fazer um ciúme, mas quando a cena acontece, fecha a cara. Dá uma de adolescente emburrada e se faz de magoada até a hora de eles pedirem desculpas. Aliás, está aí outro problema nosso. Pense em um ser orgulhoso. Pensou? Multiplique por dez e eleve ao quadrado. Somos nós, mulheres! Quando queremos castigar alguém, ou ao menos fazer com que entendam nossa chateação, deixamos que o orgulho fale mais alto: “Se ele não ligar, também não ligo”. Ponto final!

Somos encrenqueiras, somos tagarelas e somos invejosas. Sim, nós somos! Que mulher nunca olhou para outra na rua e pensou: “O que ele viu nela, que não viu em mim?” ou então “por que meu cabelo não é desse jeito?”. Somos invejosas mulheres, confessemos. Sempre há aquela pontinha de ciúme ou de rancor por que alguém sempre vai ter algo melhor que nós. Ela sempre será mais bonita. Seu cabelo sempre será mais liso. Seus olhos sempre serão mais claros. Seus homens sempre serão mais atraentes. E nós sempre babaremos por coisas inalcançáveis.

Mas, independente de tudo isso, esse mundo não vive sem nós! Somos nós que damos sentido a tudo. Nós somos necessárias, somos desejadas. Eles não conseguem se virar sem a gente. Nós sabemos confortar, sabemos abraçar. Damos os melhores carinhos, temos os sorrisos mais bonitos. Aos olhos masculinos, a vida não tem graça sem a gente. Ninguém completa alguém melhor que uma mulher. Pois somos únicas, mulheres. Somos divas. Somos, simplesmente, mulheres!

Por Camilla Pires
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário